Sobre Criar Algo Maior do que Você

Pensando sobre as maiores coisas que podemos fazer/criar na vida, mudei a minha ideia inicial de que seriam filhos. Acredito que filhos sejam, sem dúvida, a mais profunda, significativa e envolvente experiência, até em níveis transcendentais. Porém, filhos estão relacionados diretamente a você, são como uma parte sua que fica para a próxima geração. Sendo outra vida, será sempre do mesmo tamanho da sua própria, no entanto, com suas particularidades, claro.

Cheguei a conclusão, talvez pela minha experiência presente ou talvez por ser isso mesmo, que  criar organizações de pessoas, de todos os tipos, é realmente a única coisa maior do que nós mesmos. Logicamente, como eu não fundei nenhum país ou igreja, estou falando da minha visão enquanto sócio da LUZ.

Quando começamos um negócio, nós somos diretamente os agentes das melhorias e muito claramente conseguimos conectar nossas ações com o resultado obtido. Ou seja, eu faço um post para o blog e vejo esse blog ter milhares de acessos, eu crio uma campanha no Adwords e ela vende horrores, eu lanço um produto e ele é um sucesso.

O problema desse momento inicial é que você está limitado a si mesmo, pois consegue apenas realizar X coisas legais por vez. Dai, o caminho natural das coisas, é contratar outras pessoas para fazerem algumas das suas tarefas mais básicas, de modo a se libertar para atividades mais complexas.

A loucura disso tudo é que se você estiver realmente fazendo um bom trabalho de contratação, estarão entrando na empresa/organização pessoas ainda melhores do que você para realizar essas funções. Alguém que escreve melhor, faz marketing melhor, pensa em produtos melhores.

Em pouco tempo, você vai olhar para o lado e pensar “Se esse cara é melhor do que eu no que eu fazia, qual é a minha função aqui? Dei um tiro no pé? Como vou me manter vivo e importante nesse projeto que ajudei a criar? Será que tenho que me demitir para dar certo?”

Isso abre um buraco sob seus pés e você começa a duvidar se fez uma boa escolha. A tentação é voltar atrás e re-assumir o que fazia, afinal de contas, no momento de insegurança, parece ser melhor ser o peixe grande dentro de um lago pequeno.

Com o tempo, se você sobreviver a tenção, pistas vão aparecendo de que existe vida após as atividades operacionais do seu negócio. Você percebe que uma equipe foda não se forma sozinha. Você percebe que manter o propósito é difícil e que o jogo muda toda hora.

O que acontece é que quanto maior o tamanho da sua empresa, mais você precisa estar ajudando na manutenção e desenvolvimento das menores coisas, ou talvez elas sejam até as maiores mesmo. Sobre isso não consegui chegar a conclusão. Você começa a se preocupar não com contratações, mas com o tipo de profissionais. Fica fissurado no perfil. Talvez no próprio vocabulário. Sabe que não adianta só lançar um produto, mas que eles todos tem que entregar uma mesma experiência e faz esse link entre toda a equipe de lançamento e por ai vai.

O seu valor pro negócio, não é mais o output direto dentro daquela área, mas justamente conseguir pessoas que façam isso de maneira brilhante e conseguir fazê-las trabalhar juntas dentro de uma mesma visão de futuro da empresa. Os prazeres mudam. Neste ponto, volto um pouco a ideia de ter um filho, pois o seu prazer vira o sucesso da sua equipe e não mais a sua atuação, do mesmo modo que deve ser satisfatório ver seu filho se desenvolver.

No final das contas, esse é um processo muito bonito, pois faz você acreditar que pode ser mais e melhor. Esse é o próprio sinônimo do sentimento de estar vivo. Te joga para frente e fazer crescer mais que seus limites biológicos e mentais. Criar algo maior do que você mesmo é se substituir, se perder e se achar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s